fbpx Skip to main content

O que significa o RH inclusivo? Como inseri-lo nas instituições? Saiba mais lendo o artigo de hoje!

O RH inclusivo é um termo utilizado para designar um conjunto de ações desenvolvido pela equipe de recursos humanos, de forma a captar diferentes tipos de talentos. Em outras palavras, significa saber enxergar as múltiplas qualidades e aptidões de cada profissional, particularidades estas ignoradas por outras empresas. 

Dentro de uma empresa, o RH inclusivo é uma das principais áreas do setor de gestão estratégica de pessoas, o qual contribui para a valorização dos profissionais e o equilíbrio do corpo de trabalho.

No entanto, realizar esse processo nem sempre é fácil, pois há muitas variáveis envolvidas. Por isso, é essencial que a instituição estabeleça uma política de inclusão de pessoas, proporcionando a diversidade no ambiente trabalhista.

Mas, afinal, como implementar um RH inclusivo dentro das empresas? O artigo de hoje traz alguns pontos que podem responder essa questão. Confira!

5 minutos de leitura.

RH inclusivo

Liberdade de expressão

Princípio da democracia, a liberdade de expressão é um passo importante a ser dado dentro das instituições. É vital que os líderes e gestores oportunizem momentos para que os funcionários expressem genuinamente o seu ponto de vista sobre variados assuntos, sem pressões e/ou ameaças de represálias.

Além de estar na legislação, a liberdade de expor diferentes opiniões é algo primordial em qualquer ambiente, e no espaço de trabalho não seria diferente.

Portanto, desde que uma fala não fira a vida particular, honra e a imagem individual dos sujeitos, todos os pontos de vista dos colaboradores devem ser levados em conta. Dessa forma, é oportuno que os empregados possam se sentir abertos para demonstrar alguma insatisfação perante suas atividades na organização.

Equidade de salários independente de gêneros

Garantir que homens e mulheres,  e com a mesma qualificação profissional atuem em cargos equivalentes, ainda é um desafio no Brasil. Segundo uma pesquisa da Câmara Americana de Comércio, 76% das empresas  brasileiras (de um grupo de 350 gestores) enfrentam dificuldade em igualar esse patamar.

De forma geral, é necessário um grande empenho por parte da equipe para efetivar essa equidade. 

Os principais pontos de mudança nesse ponto são elaborar um regimento que iguale cargos, salários, benefícios (financeiros e jurídicos) e aumento do percentual de mulheres em postos de alta gestão, considerando a formação e habilidades de cada indivíduo.

Respeito à comunidade LGBTQIA+

Sem dúvidas, é necessário que as organizações repensem a valorização dos profissionais da comunidade LBTQIA+, sigla que abrange lésbicas,  gays, bissexuais, trans e todos os integrantes dessa comunidade.

Desse modo, é preciso reforçar o respeito pelos colaboradores, independente de sua orientação sexual e/ou gênero. Para tanto, é importante realizar ações que promovam os direitos LGBTQIA+, bem como a igualdade de oportunidades para essas pessoas.

Contratação de pessoas negras

Apesar de a sociedade ter avançado bastante na inserção de pessoas negras, infelizmente o racismo ainda está presente em variados ambientes, principalmente no local de trabalho.

 Mesmo que a empresa não pratique ações de discriminações veladas – assim como a grande maioria das pessoas – é visível o quão há uma diferença entre pessoas pretas ocupando cargos formais ou mesmo empregos de destaque. É o chamado racismo estrutural.

Para contornar essa situação, os gestores e a equipe de RH precisam fortalecer processos seletivos  que oportunizem a atuação de pessoas negras. É interessante reservar um número X de pessoas para cada posto de trabalho, a fim de estabelecer uma equipe de profissionais onde a diversidade esteja presente.

Acessibilidade e contratação de pessoas especiais

Investir em espaços adaptados e com tecnologia assistida é um fator crucial para inserir um maior número de cidadãos com alguma deficiência no ambiente laborativo.

Assim, além de ajustes na infraestrutura, é fundamental adotar mecanismos de comunicação de acordo com o perfil de cada colaborador. Dessa forma, há um alinhamento entre as metas da empresa e o respeito da independência de cada funcionário.

Como vimos, um RH inclusivo é aquele que sabe reconhecer os diferentes talentos de cada pessoa, ao passo que todos os trabalhadores são valorizados, independentes do sexo, genêro, orientação sexual ou qualquer outra característica.

Para essas e outras tendências em gestão de pessoas, semanalmente aqui no MaxxBlog!

 

Conversa GRATUITA com especialista

Agende uma conversa com nosso consultor e se prepare para melhorar a performance da sua equipe!

Leave a Reply