fbpx Skip to main content

Você está por dentro das novas regras do PAT?

O PAT é um programa criado pela Lei Federal 6321/1976 e regulamentada pelo Decreto número 5/1991.

A iniciativa busca oferecer incentivos fiscais para as empresas que oferecem alimentação para seus funcionários.

No ano de 2021 houveram algumas mudanças na oferta do programa, o que impactou as empresas, tanto aquelas que os trabalhadores são vinculados como as que fornecem  a alimentação.

Confira o texto e saiba tudo sobre as novas regras do PAT.

Novas Regras do PAT 1 abril 6th, 2022

O que é o PAT?

O Programa de Alimentação do Trabalhador – PAT tem como objetivo fornecer uma alimentação adequada para os trabalhadores, seguindo uma orientação nutricional a qual prioriza a saúde física desses profissionais.

O PAT busca também a prevenção de doenças decorrentes de maus hábitos alimentares.

Além disso, é uma forma de retenção de talentos, visto que essa iniciativa aumenta a produtividade e qualidade do trabalho do time.

O empregador que aderir ao programa tem isenção fiscal de alguns tributos sociais, como INSS e FGTS. Como exemplo, no imposto por mercadoria cedida pode haver dedução de até 4%.

O que mudou com as Novas Regras?

O Decreto n° 10.854/2021 instituiu novas diretrizes acerca do Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT).

Em relação às empresas, agora a gestão do PAT pertence a três instituições federais: o Ministério da Saúde (MS), o Ministério do Trabalho e Previdência (MTPS) e a Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil do Ministério da Economia (RFB).

Leia também:

5 erros comuns de gestão que você pode estar cometendo

A diferença entre Recursos Humanos e Gestão de pessoas

Além do cadastro no MTE, também ficou definido que as empresas do Lucro Real terão dedução fiscal sob os trabalhadores que recebem até cinco salários mínimos e uma parcela por mês de até um salário mínimo.

Fica proibido com o novo decreto a concessão de prazo de pagamento e taxas negativas. Por fim, os créditos destinados ao trabalhador por meio do PAT, devem ser destinados a ele, independente de acumulação e/ou periodicidade.

É importante salientar que o governo federal deu o prazo de 18 meses para que as novas regras sejam postos em prática pelas empresas de todo Brasil.

Benefícios para a Empresa

Uma das metas das novas diretrizes é aumentar o número de companhias de cartão que são habilitadas para fornecer o vale-alimentação. Hoje, apenas quatro grandes marcas dominam esse setor.

Atualmente existem dois tipos de empresas fornecedoras de vale-alimentação  – os cartões bandeirados e os cartões com rede de estabelecimento próprio.

Antes, apenas as companhias de arranjo fechado (cartão e redes próprias) podiam oferecer o benefício. Agora, as empresas precisam abrir espaço para os novos players de pagamento aberto (os cartões bandeirados).

Espera-se que aumente a concorrência e, consequentemente, a redução dos preços dos alimentos.

Mas sempre lembrando que nenhum estabelecimento comercial é obrigado a oferecer serviço de vale-refeição e/ou alimentação.

Benefícios para o Empregado

A portabilidade é ponto-chave dessa nova regulamentação, já que o colaborador poderá escolher qual fornecedor deseja receber seu benefício.

Dessa forma, com a portabilidade do crédito em diferentes bandeiras, o crédito acumulado em um cartão pode ser transferido para outra bandeira, sem custos adicionais.

Logo, o pagamento do benefício não fica limitado a uma única bandeira. Com as novas mudanças, o trabalhador terá maiores opções de compra, aumentando assim a liberdade em adquirir alimentos de acordo com suas necessidades.

Como participar do PAT?

As empresas que disponibilizam o benefício da orientação para o empregado devem cadastrar-se no programa por meio do Sistema PAT Online.

Já aquelas empresas que fornecem os alimentos também precisam se cadastrar como beneficiárias na mesma plataforma.

O mesmo vale para os profissionais da nutrição, os quais podem trabalhar como responsáveis técnicos do PAT.

Após realizado o cadastro, ambos os inscritos – empresas beneficiárias, fornecedoras e nutricionistas – receberam de forma automática o número de cadastro do PAT.

Gostou do conteúdo? Então, aproveite para conhecer nossas soluções e veja como a MaxxCard pode gerir a alimentação dos seus colaboradores.

Leave a Reply