fbpx Skip to main content

Ser independente é o sonho de muitas pessoas, todavia, em um mercado que exige cada vez mais competências e qualificações, nem sempre essa tarefa é fácil.

Ainda que muitas pessoas perseverem, conseguir um emprego está se tornando cada vez mais desafiador, ainda mais para quem não tem experiência profissional.

Nesse sentido, é preciso ter foco, persistência e um pouco de sorte. A boa notícia é que, com os passos certos, as suas chances de conquistar a vaga dos seus sonhos só tendem a aumentar.

Por isso, no artigo de hoje trouxemos algumas dicas para você se preparar e conquistar o seu primeiro emprego. Acompanhe!

primeiro emprego

1. Invista na sua qualificação

Se você está procurando o primeiro emprego, isso quer dizer que não tem experiência profissional. Portanto, você precisa demonstrar seu interesse pelo cargo pretendido através da sua formação.

Dessa forma, não deixe de se aperfeiçoar continuamente: faça cursos, participe de palestras, formações e demais eventos que enriqueçam seus conhecimentos. Isso pode se tornar um diferencial entre os concorrentes à vaga.

Para quem não está com condições de pagar por esse investimento, na internet há várias opções de cursos gratuitos, que inclusive emitem certificados de graça. É o caso, por exemplo, da Escola Virtual do Bradesco, do Centro de Integração Empresa Escola – CIEE e do Instituto Federal de Santa Catarina- IFSC.

2. Elabore um bom currículo 

Como você provavelmente ainda não tem tanta prática profissional, uma boa tática é ressaltar no currículo o que você sabe fazer de melhor, ou seja, suas habilidades.

Além disso, é essencial prestar atenção na construção desse documento, uma vez que é a partir dele que a empresa vai conhecer um pouco sobre você. Logo, caso o mesmo não esteja apresentável, é bem capaz dos recrutadores nem o lerem por completo.

O mais importante a se colocar no currículo é o seu objetivo profissional (o cargo almejado) e a sua formação escolar ou acadêmica. 

Não se esqueça de citar apenas os dados fundamentais, pois currículos extensos demais não chamam a atenção do recrutador.

Um currículo com 02 páginas e que contenha os seus dados pessoais e trabalhistas já é suficiente.

3. Capriche na etapa de entrevista

Essa é a etapa mais importante do processo seletivo, porque é aqui que o agente de recrutamento vai comprovar se as informações expressas no currículo batem com o perfil do candidato.

Sendo assim, é primordial não mentir, em hipótese alguma. Além de ser uma falta ética, isso pode trazer problemas no futuro e ser o motivo de uma possível demissão.

O mais apropriado, portanto, é ser verdadeiro e não responder o que vier na cabeça. Caso não saiba a resposta de alguma pergunta, seja humilde e peça desculpas. 

Também não se esqueça de se vestir apropriadamente para a ocasião e de chegar com antecedência ao local.

Por fim, procure ser claro e objetivo nessa etapa, pois isso transmite segurança e comprometimento com a instituição.

4. Faça voluntariado 

Enquanto não surge uma oportunidade de trabalho rentável, você pode desenvolver suas habilidades em um serviço voluntário. 

Essa atitude é muito bem vista pelos recrutadores, devido que comprova o seu interesse em trabalhar, sem contar que essa experiência pode ser colocada no seu currículo.

5. Saiba procurar as oportunidades

Não deixe para conhecer a empresa apenas no dia da entrevista; aliás, buscar informações sobre o perfil e valores do estabelecimento ajudam não só na entrevista, mas também em um melhor direcionamento do objetivo profissional.

Se você é estudante da educação básica ou cursa faculdade, uma boa oportunidade é investir em candidaturas em sites especializados em vagas para jovem aprendiz e estágio, como o Nube, CIEE e o Programa Aprendiz Legal.

Para completar, mantenha sua rede de contatos ativa, porque pode ser que role uma indicação e, se você estiver preparado e com o perfil da vaga, sua chance aumenta. No mais, o resto é se dedicar diariamente, com foco e determinação.

Conclusão

Esperamos que você aplique as dicas que passamos e que, em breve, consiga o seu primeiro emprego.

E se você gostou dessas dicas, vale a pena conferir esse outro conteúdo sobre como se comportar no “novo normal”, diante da pandemia de COVID-19.

Leave a Reply