fbpx Skip to main content

Você sabe quais são as principais razões para seus colaboradores estarem faltando?

O absenteísmo nosso de cada dia nas empresas é uma das grandes lutas que os gestores travam em seu cotidiano e seus impactos podem refletir nos resultados finais da empresa.

9 minutos de leitura.

As 7 razões que levam seus colaboradores a faltarem 1 abril 14th, 2021
Absenteísmo é uma palavra de origem latina (absens) que significa “ausente”.

De maneira simples, absenteísmo significa a ausência do funcionário no ambiente do trabalho e isso se traduz em horas de trabalho perdidas (faltas, saídas, atrasos – justificados ou não etc.)

A mensuração do absenteísmo é feita quando o funcionário falta e deixa de executar atividades ou funções que lhe competem dentro da empresa.

Por exemplo, quando o funcionário falta por motivo de doença, problemas pessoais ou familiares, desmotivação etc.

Equipe que falta muito só traz prejuízos, pois os custos da empresa aumentam e as metas ficam mais longe de serem batidas.

Além disso, setores com mais absenteísmo passam a ser mais ineficazes.

Por outro lado, o absenteísmo contribui para mostrar aos gestores da empresa que algo ruim está acontecendo. Alguns indicadores são:

  • Alguns funcionários estão conturbando o ambiente;
  • insatisfação na empresa vindo dos funcionários;
  • Pode haver sobrecarga de tarefas pesando para determinados funcionários.

Outra razão forte do absenteísmo nas empresas é o relacionamento interpessoal, desta forma é muito importante que os gestores tenham um olhar mais cuidadoso no desenvolvimento humano para que os funcionários possam exercer o autoconhecimento e a empatia, por exemplo.

Além dos indicadores que mencionei acima, há também alguns fatores que contribuem para o absenteísmo nas empresas, são eles:

   a) Metas intangíveis

Certas empresas costumam criar metas baseadas em “achismo” apenas. Não há ferramentas para mensurar de fato as reais condições de se traçar uma meta eficaz e consistente.

O resultado disso é a possibilidade de errar a mão na hora de aumentar a meta e torná-las intangíveis, gerando insatisfação e desestímulo.

 b) Má comunicação interna

O grande comunicador e apresentador Chacrinha costumava dizer que “Quem não se comunica se trumbica”, ou seja, se não houver uma boa comunicação haverá problemas.

E é exatamente o que acontece com muitas empresas, o sistema de comunicação é altamente falho e cheio de “ruídos” resultando em mal-entendidos, falhas nos processos e consequentemente um ambiente conturbado.

 c) Líderes incompetentes

Toda equipe traz consigo as características de seus líderes e quando os mesmos não estão bem preparados para exercer suas funções seus liderados sofrem as consequências.

Uma pessoa que não é LÍDER é apenas um CHEFE. E sem liderança para indicar as direções das ações subtrai consideravelmente as chances para que a empresa alcance seus objetivos de forma saudável.

d) Assédios diversos

Apesar de sabermos que qualquer tipo de assédio é ilegal e desrespeitoso, mesmo assim há gestores e líderes que insistem em ultrapassar seus limites por terem “poder” e assim maltratam de alguma forma seus funcionários.

Resultando nos funcionários comecem a evitar o ambiente de trabalho ou até mesmo causando problemas mais graves decorrentes dos traumas causados.

e) Enfermidades provenientes do trabalho

Cuidar da saúde e do bem-estar dos funcionários colabora para a diminuição do absenteísmo.

É simples, pessoas doentes, fisicamente ou mentalmente, não produzem e faltam. Portanto, é uma enorme tolice querer exigir do funcionário o que ele não pode dar.

f) Fatores desmotivacionais.

Segundo o psicólogo Americano Abraham Maslow, todo ser humano possui 5 níveis de necessidade: fisiológico, segurança, social, autoestima, autorrealização.

As 7 razões que levam seus colaboradores a faltarem 2 abril 14th, 2021

Pirâmide de necessidades de Maslow

Quando o funcionário não se sente seguro na empresa é porque o nível fisiológico está abalado: falta de um ambiente climatizado, água potável, clima ruim entre setores e suas respectivas equipes, atraso no salário etc.

Quando o nível fisiológico está afetado, autoestima e autorrealização estão em baixa e podem causar o absenteísmo.

g) Falta de condições adequadas para trabalhar

Ainda nos fatores necessários do ser humano, empresa que não dá ao funcionário uma boa infraestrutura para trabalhar, os afasta.

Armários para guardar seus pertences, um local para refeições e descanso, climatização adequada são apenas alguns exemplos de que más condições aumentam o absenteísmo.

Certa vez um amigo meu que era gerente de vendas em uma empresa de porte médio em Belém me narrou um fato que explica muito bem como uma liderança incompetente pode destruir com uma equipe e gerar absenteísmo e até turnover.

Um dos vendedores da equipe dele pediu para ir embora porque havia um ente querido seu que estava hospitalizado à beira da morte e toda a família estava reunida para se despedir dele.

O meu amigo me contou que o vendedor estava muito abalado, chorando e que não tinha condições de ficar no trabalho. Então meu amigo o liberou para ir ver seu parente.

Mais tarde o dono da empresa chegou e deu falta do vendedor, o meu amigo explicou a sua decisão.

O seu patrão ouviu tudo em silêncio.

Para sua surpresa no outro dia havia uma advertência para ele (meu amigo) e para seu vendedor.

Ao final do mesmo mês ambos entregaram o lugar indignados com a atitude do gestor.

A reflexão que eu faço deste case é: Adianta manter uma pessoa trabalhando somente de corpo e o pensamento distante? Como ficaria a qualidade do trabalho?

A maneira como o absenteísmo é encarado nas empresas, como no exemplo acima, pode também provocar turnover, que é a rotatividade dos funcionários, impactando profundamente nos aspectos produtivos, financeiros e de ambiente interno da empresa.

Todavia, há remédio para o absenteísmo? Com certeza que sim! Então seguem abaixo algumas dicas importantes sobre como tratá-lo:

  1. Crie a cultura do feedback.

Oferecer feedback aos funcionários e dar a eles abertura para fazer o mesmo com os gestores ainda não é uma prática muito comum no Brasil.

Todavia, o feedback pontual e bem feito proporciona muito mais vantagens do que desvantagens, pois é o momento de esclarecer o porquê de certos comportamentos e atitudes, corrigi-los e padronizar os procedimentos.

Como consequência a equipe terá o sentimento instalado de que a empresa e seus gestores realmente se importam com eles e se sentirão valorizados.

  1. Estabeleça metas individuais quando possível.

De um modo geral o ser humano gosta de ser desafiado e nem todos gostam de trabalhar em equipe, então sempre que possível estabeleça metas individuais.

Ao fazer isso cada pessoa se sentirá responsável pelo resultado direto que poderá obter e através de incentivos você terá uma equipe engajada rumo ao que a empresa deseja.

  1. Cultive clima organizacional sadio.

Um dos grandes causadores do absenteísmo é o clima organizacional ruim. De fato, quem gosta de trabalhar em um local onde a energia é constantemente pesada e que a qualquer momento pode estourar uma bomba?

Ninguém gosta e é muito comum que funcionários queiram evitar estar inseridos neste contexto, então criam argumentos para não irem trabalhar, mesmo sabendo que faltar o trabalho não é algo bom e que pode trazer más consequências.

  1. Reconheça o seu funcionário.

Falta de reconhecimento desmotiva, isso é fato! O sentimento de dever cumprido só acontece realmente quando há edificação através do outro.

Gestores que ainda utilizam o conceito do “não fez mais do que a obrigação” estão arriscados a perder verdadeiros talentos e tudo começa quando eles não vão trabalhar por qualquer motivo.

  1. Estabeleça a comunicação eficaz.

Comunicar-se de maneira ineficaz causa desestímulo. Fofocas, especulações, “fake news” fazem com que o ambiente de trabalho fique pesado.

Crie o hábito de conversar mais presencialmente do que virtualmente, porém se houver necessidade do virtual, crie processos e normas que evitam o tal do “disse me disse”.

O correto é o gestor detectar qual é a característica de cada funcionário e ter ferramentas adequadas para a comunicação eficaz.

É importante, portanto, salientar que quanto mais os gestores se esforçarem a ter uma empresa que dê aos funcionários condições plenas de trabalho, além de diminuir o absenteísmo vai também diminuir o turnover e criar então uma cultura de bem estar que ninguém poderá ir de encontro, pois se for terá problemas.

Sucesso sempre e #RumoAoTopo!

Conversa GRATUITA com especialista

Agende uma conversa com nosso consultor e se prepare para melhorar a performance da sua equipe!

Leave a Reply