fbpx Skip to main content
As 5 razões para o turnover ser um dos inimigos dos seus resultados.

8 minutos de leitura.

5 razões para o turnover ser um dos inimigos dos seus resultados 1 abril 14th, 2021
Você sabe o significado de turnover?

Turnover, também conhecido como a taxa de rotatividade dos colaboradores em uma empresa, é uma das métricas  mais importantes para o setor de recursos humanos que indicam a margem de retenção dos colaboradores, podendo ser mesurado pelo o período de turnovers realizados.

O que é turnover?

A rotatividade de Pessoal (ou Turnover em inglês), no cenário de Gestão de Pessoas, está interligada ao desligamento de alguns funcionários e entrada de outros para substituí-los, ou seja, a rotatividade (Turnover) é caracterizada pelo fluxo de entradas (admissões) e saídas (desligamentos, demissões, remanejamentos e aposentadorias) de pessoas em uma organização.

Existem diversos motivos que contribuem para o turnover, como: salários baixos, más condições de trabalho e, muitas vezes, a própria insatisfação do colaborador.

A importância da equipe

Certa vez o gestor de uma empresa onde eu estava realizando uma consultoria financeira me chamou para uma reunião extraordinária para apresentar algumas metas que ele pretendia atingir naquele ano.

Como estávamos no início do trabalho, eu entendi como sendo uma boa ideia ouvir seus planos e intenções.

Durante aproximadamente 40 minutos ele me apresentou números que, em seu entendimento, poderiam ser bastante alcançáveis se juntos fizéssemos um trabalho de extrema qualidade voltado para resultados tangíveis.

Até aí tudo bem, eu tinha mesmo sido contratado para levar a ele os resultados que ele (o gestor) desejava, porém em sua apresentação o foco era somente em números: Aumento de faturamento, de lucro e redução de custos.

5 razões para o turnover ser um dos inimigos dos seus resultados 2 abril 14th, 2021

Existem sempre pessoas por trás dos números...

Em nenhum momento ele me mostrou algo voltado para gestão de pessoas, algum planejamento que diminuísse o alto turnover que havia em sua empresa. Quando eu o questionei sobre o que senti falta ele me disse que ajustando os números com certeza as pessoas ficariam mais tempo na empresa.

O fato é que ele negligenciava a gestão de pessoas, para ele números vinham na frente e pessoas em segundo plano. Todavia, qual era então a razão de tantos funcionários entrando e saindo da sua empresa?

É aí que entra um termo muito utilizado no mundo dos negócios: TURNOVER. Esta palavra de origem inglesa diz respeito à ALTA ROTATIVIDADE de funcionários em uma empresa, ou seja, um empregado é admitido e outro (ou o mesmo) desligado de maneira sucessiva.

Existem diversos motivos que contribuem para o turnover como: salários baixos, más condições de trabalho e, muitas vezes, a própria insatisfação do funcionário

Você gestor, acredita que é normal uma empresa passar por tanto entra e sai de funcionários em curto e médio prazo?

Bom, se você acredita que sim, sinto lhe dizer, mas NÃO É, e isso é um grande problema, sabe o porquê?

[QUIZ] Minha empresa está protegida contra o Turnover?

Faça o Quiz agora mesmo e descubra!

As 5 razões do turnover ser um inimigo:

1ª razão: Sai mais caro demitir do que contratar

Com base nas leis brasileiras de proteção ao trabalhador, os custos tanto da admissão (cálculo do 13º salário, férias, transporte, ajuda de custo, benefícios, entre outros) quanto os custos de demissão (multas rescisórias, acordos, recrutamento e seleção de um novo funcionário, etc.) são valores muito elevados.

No entanto, o que mais impacta na gestão de uma empresa que quer alçar voos mais altos é toda a perda de capital intelectual e investimentos que vão junto ao funcionário demitido, e o esforços de tempo e verba para a capacitação do novo contratado.

5 razões para o turnover ser um dos inimigos dos seus resultados 3 abril 14th, 2021

Faça cada centavo valer

2ª razão: Com tanto entra e sai de funcionários, diminui a possibilidade de uma padronização eficiente

Não importa se você é uma multinacional com uma gestão do conhecimento bem estabelecida ou uma lojinha de bairro que passa todo o conhecimento no boca-a-boca, um novo funcionário terá de ser treinado e aprender tudo do zero.

Além dos custos que citei acima, há a famosa curva de aprendizagem elaborada pelo psicólogo alemão Hermann Ebbinghaus que descreve a dificuldade inicial para se aprender algo novo e como apenas com o tempo você executará as atividades de maneira ótima.

Agora reflita comigo, você está realmente disposto a ter uma queda brusca na produtividade da sua empresa por conta de negligenciar a gestão de quem já faz parte do seu time e ver esse pessoal que já tem o DNA da sua companhia no sangue ir embora?

3ª razão: O planejamento estratégico da empresa é completamente prejudicado

A queda de produtividade reflete principalmente no não atingimento das metas estipuladas pelos gestores.

Logo, gerando estresse e cobranças por toda a empresa para que a lacuna deixada pelo colaborador que se foi seja devidamente preenchida para que os resultados se mantenham.

4ª razão: A competitividade mercadológica diminui bastante, pois os clientes percebem as não conformidades dos setores

Essa é a razão que mais amedronta os gestores, quando a instabilidade nos processos da empresa são percebidas pelos clientes e assim criando dúvidas quanto a qualidade das entregas da empresa.

O que pode causar má publicidade orgânica, ou seja, o cliente simplesmente falar mal de você e convencer a ele e seus amigos a irem para os concorrentes.

5ª razão: O clima de entra e sai causa instabilidade e insegurança na equipe

No final disso tudo, seu time estará desgastado e estressado, e se o cuidado com o bem-estar dos seus colaboradores continuar não sendo prioridade, sinto muito, mas o furacão turnover irá visitar sua empresa novamente.

Voltando ao case que estava contando no início deste artigo, depois de ouvir todo o planejamento do gestor sobre seus números, eu sugeri que fizéssemos um trabalho voltado para retenção de talentos com o objetivo de minimizarmos a rotatividade e focarmos também na meritocracia para valorizar quem deveria de fato.

Eu confesso que iniciamos o trabalho, porém a essência do gestor não era voltada para a “humanização” e sim para os resultados numéricos que ele acreditava ter e até teve, porém não da maneira como desejava, pois ele não pode deixar de considerar que tais resultados só viriam com o engajamento de pessoas.

A tecnologia e números estão cada vez mais presentes na vida dos gestores, mas o principal ativo de qualquer empresa continua sendo as pessoas.

Portanto, meu amigo e minha amiga que me lê neste momento, turnover não é nada saudável para sua empresa! Contudo, para que ele diminua (caso esteja alto), você precisa cuidar mais das pessoas que trabalham com você, pois todo ser humano almeja alcançar melhores resultados na vida, não é mesmo?

Se algum funcionário perceber que trabalhando na sua empresa não conseguirá sair do lugar, ele não ficará por muito tempo…

PENSE NISSO!

Sucesso sempre!

Conversa GRATUITA com especialista

Agende uma conversa com nosso consultor e se prepare para melhorar a performance da sua equipe!

Leave a Reply